quinta-feira, 12 de julho de 2012

Regionalização do Espaço mundial

A regionalização é a divisão de um grande espaço, com critérios previamente estabelicidos, em áreas menores que passam a ser chamadas de regiõs. Cada região se diferencia das outras por apresentar particularidades próprias. Qualquer espaço é pode ser regionalizado, isto é redividí-lo. Um país, uma outra região, um estado. Até mesmo as cidades são divididas em regiões. Pode ser região administrativa, natural etc. No plano global o mundo também é dividido em regões. Cada continente se constitui numa região.


Mas o maior interesse na regionalização são aqueles relacionados a economia; isto porque atualmente todos os países e regiões depende um dos outros, por mais rico ou miserável que sejam, não produzindo tudo que precisam, nem consumindo tudo que produz. Mas a globalização envolve todos os campos da sociedade: política, esportes, cultura etc. Tudo é global, mundial. Pode-se dizer que qualquer evento natural ou social tem repercusão global.
As formas e os critérios de representação mais utilizados para a divisão do mundo são:

 
Em continentes; de acordo com os aspectos físicos ou naturais; de acordo com indicadores sociais, como a taxa de mortalidade infantil; em países ricos e pobres; de acordo com o grau ou nível de industrialização dos países; associação econômicas e sociais; cultura dos povos (religião, hábitos e costumes).

O critério de regionalização são os continentes, que não representa adequadamente a atual regionalização do mundo, pois o conceito de continente refere-se a grandes extensões de terras emersas, cercada por oceanos e mares, enquanto que, tradicionalmente os continentes correspondem às seguintes divisões: América, África, Europa, Ásia, Oceania e Antártica.


Essa forma de regionalização não retrata aspectos socioeconômicos, como renda, industrialização, tecnologia, analfabetismo e aspectos como regime político e culturais (língua e religião).

Há, portanto, diversas possibilidades de regionalização. Podemos citar algumas: países ricos e pobres; países do Hemisfério Norte e do Hemisfério Sul; por continentes (América, África, Ásia, Europa ou Oceania - vide mapa 1); países de cultura ocidental e de cultura oriental, e assim por diante.
                                                                                                    MAPA 1


Ao estudar países pobres e ricos, por exemplo, o critério adotado é o socioeconômico. Se a regionalização se basear na divisão política, o critério é, principalmente, o território de cada país e suas influências regionais ou globais. Já se levarmos em consideração aspectos como o idioma, a religião e os costumes, essa regionalização será de caráter étnico e cultural - vide mapa 2

Mapa 2

OBS.:  É importante lembrar que essas regionalizações são uma criação humana, empreendida por pesquisadores ou por pessoas que habitam o lugar. Mas há algumas dificuldades para regionalizar, já que o mundo o é homogêneo e sofre constantes transformações.


Objetivos da Regionalização: 
•Garantindo o acesso às ações e serviços de saúde
• Reduzindo desigualdades sociais e territoriais
• Garantindo a integralidade na atenção à saúde
• Potencializando o processo de descentralização
•  fortalecendo estados e municípios
• Racionalizando gastos e otimizando recursos
• Ampliar e qualificar o mercado de trabalho
• Dar qualidade ao produto turístico
• Ampliar o consumo turístico no mercado nacional
Identificar um povo por cultura lingua e atuações semelhantes e ideias parecidas
Facilitar a análise do espaço geografico, etc.


Um comentário: